A importância do controle da mão de obra na construção civil

Uma obra é tão boa quanto os funcionários que a executam. De nada adianta ter as ferramentas ideais, os materiais de máxima qualidade e um planejamento impecável se a equipe não está à altura. Por isso, confira o quão importante é o controle de mão de obra na construção civil.

O planejamento e a contratação da mão de obra ideal

Para entender a importância do controle da mão de obra, é preciso reconhecer que talento custa dinheiro. Isso significa que o controle do orçamento acaba andando muito próximo ao controle da mão de obra. Afinal, você só consegue o talento que pode pagar.

Logo, é importante planejar o orçamento e o escopo da obra, para ter uma noção de todas as atividades e do tempo de duração de cada serviço. Com essas informações bem claras, é possível contratar a mão de obra que caiba no seu orçamento.

Nesse momento, é preciso se atentar muito à qualificação dos funcionários e ao seu perfil profissional, de modo a evitar certos problemas como acidentes, faltas e serviço malfeito.

Por isso, o gestor deve fazer um processo de avaliação bem meticuloso, para garantir que foi contratada a mão de obra ideal.

O acompanhamento da mão de obra

Mas, o trabalho do gestor não termina ao contratar a mão de obra. É preciso fazer um acompanhamento bem próximo para determinar se eles são capazes de fazer o projeto no tempo planejado, ou se é necessária alguma intervenção para otimizar o trabalho, como a aplicação de novas tecnologias ou o uso de um material de maior qualidade.

O trabalho do gestor envolve colocar a mão de obra na melhor posição para ter sucesso, ou seja, verificar se as suas necessidades são garantidas, para que possam fazer o trabalho da melhor forma possível.

Não fazer este processo com perfeição pode levar a alguns problemas recorrentes em obras:
  • Falhas de comunicação: Uma das piores coisas na construção civil é quando não existe uma comunicação clara entre o profissional e os gestores. Nesse caso, pode se perder muito tempo com dúvidas e, o pior ainda, com interpretações equivocadas. A mão de obra acha que o objetivo é um quando, na verdade, é outro.
  • Falta de dados: Acompanhar a mão de obra de perto significa ter dados mais precisos sobre o seu trabalho. Com isso, planejamentos e orçamentos futuros podem ser muito mais precisos. Por exemplo, trabalhos estimados a serem feitos em um número de dias, podem ser maiores ou menores, permitindo ajustar nas próximas etapas.
  • Planejamento insuficiente: Um dos piores erros em qualquer obra é fazer um planejamento aquém do necessário. Como a mão de obra é parte integral do processo, ela também tem um grande peso no planejamento.
  • Desconhecimentos dos custos: A mão de obra tem um impacto direto no custo, não somente em relação ao valor que é pago a eles. O uso do material e das ferramentas e o ritmo de trabalho podem significar aumento dos custos em outros aspectos da produção.

Esses fatores apresentam o risco de comprometer alguns pontos essenciais de qualquer obra podendo resultar em atrasos, uma qualidade inferior e um aumento dos custos.

Portanto, se deseja ter o melhor controle de mão de obra possível, visite nosso site e conheça o nosso software de gestão de obras.